PRA VOCÊ

Compartilhe esta página
Aumente o texto A+A-

DICAS E TENDÊNCIAS

Quais tintas preciso comprar?

Atualmente o consumidor moderno está cada vez mais envolvido na escolha do produto e acompanhamento do serviço. Entenda um pouco mais e economize tempo e dinheiro.

Seja na casa nova, em alguma reforma ou em uma simples repintura sempre vêm aquela dúvida do consumidor sobre qual marca deve escolher, como economizar mantendo a qualidade, o que é preciso se atentar, dentre outras questões. Seguem abaixo algumas dicas que podem te ajudar a encontrar o que você precisa.


Qual tipo de tinta eu preciso? Tintas com brilho possuem mais durabilidade e lavabilidade, mas acabam destacando imperfeições na parede. Caso haja algum detalhe na parede ou seja uma pintura de teto, procure tintas foscas. Para áreas externas é bem comum a utilização de revestimentos como a textura e o rústico, que possuem alta resistência à intempéries, ótima durabilidade e podem ser pintadas posteriormente com tintas acrílicas. Existem tintas com outras propriedades específicas, para consumidores mais exigentes, como por exemplo ação antimicrobiana inteligente - que continuam após a cura da tinta protegendo o ambiente e aumentando a durabilidade da superfície pintada; produtos de baixo VOC - teor de solventes voláteis que conferem baixíssimo odor ao ambiente até a cura; produtos ecológicos - para um impacto mínimo ao ecossistema; dentre diversos outros. Procure um revendedor especializado, estes possuem expertise para ofertar o que você procura.

Qual tinta uso para exteriores? A tinta pode ser chamada de “capa de chuva” da casa pois promove a impermeabilização das paredes externas. No caso de casas de alvenaria, sempre use tintas acrílicas na parte externa. Sugerimos a utilização de tintas Standard ou Premium pois possuem maior resistência à intempéries e muitas vezes, ao desbotamento. Tendo em vista isso, a tinta além de embelezar seu lar, possui também a função de proteger contra impermeabilização. É muito comum também aplicação de revestimentos de alta resistência, comumente chamados de textura e rústico nas áreas externas. Esses produtos possuem alta resistência à intempéries e inclusive, poder de repelência à água.

Econômicas, Standard, Premium, qual a diferença? A diferença prática entre as linhas de tinta está basicamente no poder de cobertura e na durabilidade, mas também em aditivos para melhor rendimento e nivelamento, conferindo melhor acabamento. Caso queira saber mais sobre os ensaios que linhas certificadas são submetidas, clique aqui.


Quanta tinta eu preciso? Inicialmente deve-se considerar como será feita a preparação da superfície. A preparação de superfície é diferente entre uma parede nova e uma simples repintura, por exemplo. Para qualquer caso, verifique nosso vídeo para preparação de superfícies para entender o processo e quais produtos deverão ser utilizados. Com uma superfície preparada adequadamente e a metragem a pintar, verifique na página do produto seu rendimento. Não se esqueça da quantidade de demãos, lembrando que normalmente são utilizadas de 2 a 3 após a superfície estar devidamente preparada.


Preciso diluir todas as tintas? Não, algumas são prontas para uso. Se tiver dúvida de qual produto você precisa para diluir, basta consultar a bula ou a página do produto. É importante reforçar que a maioria das tintas para parede são solúveis em água enquanto produtos à base de solvente podem exigir aguarrás, thinner ou solventes especiais.


Qual é o volume das embalagens? É interessante conhecer as nomenclaturas utilizadas no mercado: as latas ou baldes comumente possuem 18 L e são mais utilizados para produtos que demandam maior quantidade, como áreas externas em revestimentos texturizados, rústicos e tintas acrílicas. Os galões possuem volume de 3,6 L e geralmente são demandados para tintas acrílicas para ambientes internos, esmaltes e vernizes. O "quarto de galão" possui volume de 0,9 L e geralmente é usado para retoques ou pinturas menores. Existem outras embalagens como frascos, potes, etc, mas possuem menor popularidade e geralmente são atribuídas à complementos. Além de saber das nomenclaturas do mercado, é importante analisar bem o volume e peso da embalagem pois isso pode variar de fabricante para fabricante e compromete o preço por litro (ou quilo) do produto.

Quais são as ferramentas para pintura? O equipamento para pintura é de extrema importância. Quanto mais novos, mais funcionais e consequentemente menos desperdício e melhor acabamento você terá. Existem vários tipos de rolos e pincéis de pintura, com composição, tamanhos e alturas diferentes. Cada um para um tipo de superfície e um tipo de tinta. O profissional da pintura deve saber exatamente o que precisa.

E agora? Agora você precisa adquirir um produto de qualidade. O consumidor deve considerar marcas que tenham certificação pois dessa forma, há garantia de cobertura, rendimento e durabilidade, que inclusive são acompanhados por órgãos reguladores. A tinta no orçamento é uma parcela menor quando se comparada à mão de obra, portanto, procure revendedores que trabalhem com produtos de qualidade que tenham garantia da certificação. Assim que estiver com os produtos à vista, lembre-se de verificar a etiqueta pois ali você poderá conferir a data de validade, descrição de produtos e suas respectivas cores.


Não se esqueça de contratar um profissional de confiança, é melhor deixar pra quem entende fazer o serviço!